Vereador questiona pagamentos a empresa que não teve parte de serviços empenhados

O vereador Zé Filho destacou que a empresa Virtus, contratada pela prefeitura de Caicó através de inexigibilidade de licitação, e que presta serviços de apuração e recuperação de valores devidos a título de contribuição previdenciária (INSS). Porém, o serviço específico realizado em Caicó não foi homologado pela Receita federal nem tão pouco aceito pelo TCE.

Durante os meses de agosto e setembro de 2018, quando o prefeito em exercício era Marcos José, ele se recusou a assinar o empenho desta empresa. E agora, a gestão Batata fez o pagamento de cerca de 300 mil reais em março e abril deste ano, mas a empresa Virtus deve receber ainda cerca de 510 mil reais por serviços prestados num período em que o gestor da época não reconheceu a prestação de serviços.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Mais Notícias

Skip to content