Sessão debateu trabalho dos agentes de saúde e endemias

0

A Câmara Municipal de Caicó realizou nesta quarta-feira (23), às 14h, sessão pública do Centro de Estudos e Debates, para discutir os esclarecimentos sobre declarações feitas em prestação de contas da secretaria de Saúde. Autor da propositura, o vereador Pastor Erinaldo Lino fez um resgate histórico que levou à realização desta audiência.

Pastor Erinaldo fez uma referência à audiência pública para apresentação do balanço financeiro da secretaria municipal de Saúde, no último dia 15 de outubro. Na oportunidade, surgiram alguns questionamentos sobre a relação da pasta com os agentes de saúde e endemias. “Foi dito que a secretaria teria, no futuro, dificuldade de adquirir até medicamentos, como dipirona, em favor do pagamento da folha de pessoal”, disse.

Pesando, segundo a equipe técnica, os salários pagos aos agentes. “Hoje, foram explicados os direitos conquistados por esses servidores e o impacto disso na sociedade. A administração municipal já gastou milhões em outras áreas, mas tem deixado questões pendentes na saúde”, concluiu.

Participaram dos debates, os representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caicó (SINDSERV), Conselho Municipal de Saúde e o presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde do RN (SINDAS/RN), Cosmo Mariz. Em ofício ao Poder Legislativo, a secretária de Saúde, Leiliane Albuquerque, alegou impossibilidade de participar do evento, tendo em vista viagem profissional ao estado de Pernambuco.

“Com dados do Ministério da Saúde, provamos que a coisa não do jeito que foi dita. Ao contrário, o que hoje prejudica as finanças do Município é a gigantesca folha de contratos e comissionados, ultrapassando mais de 40% com a despesa de efetivo. São muitos recursos, mas com a má gestão a população não tem o serviço prestado a contento”, destacou Cosmo Mariz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here