Rosângela solicita ala específica no Hospital do Seridó para gestantes acometidas da COVID-19

A vereadora Rosângela Maria (PL), solicitou que a Prefeitura de Caicó, através da Secretaria de Saúde, disponibilize uma ala hospitalar no Hospital do Seridó, para receber as gestantes que estão acometidas da COVID-19. Rosângela explicou que a disponibilidade da ala contribuirá para a Saúde das mães e crianças que não estão infectadas com o vírus.

Segundo artigo publicado na revista oficial da Sociedade Internacional de Ultrassonografia em Obstetrícia e Ginecologia, em torno de 47% das gestantes com sintomas de Covid-19 tiveram partos prematuros (pré-termo), em sua maioria após 36 semanas de gestação. Em grande parte desses casos a indicação do parto se deu por sofrimento fetal, o que demonstra a necessidade de monitorar estas gestantes não apenas no pré-natal, mas também durante a internação hospitalar.

O quadro clínico nas gestantes infectadas com o novo coronavírus é semelhante ao de qualquer paciente adulto, sendo a febre e a tosse os sintomas mais comuns. No que se refere ao diagnóstico, conforme nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde, um grande número de gestantes apresentou alterações na tomografia de tórax semelhantes ao da população adulta não gestante.

É importante destacar que tanto na atenção pré-natal quanto nas maternidades, assim como no serviço de saúde em geral, as operadoras devem fazer uma triagem das gestantes para identificar sintomas respiratórios e fatores de risco. Aquelas que não apresentarem sintomas gripais devem continuar sua rotina de exames e consultas no pré-natal, reconhecendo a importância desse acompanhamento para garantir uma gestação saudável.

Caicó ainda não é referência para casos de gestante com COVID e de acordo com o protocolo adotado na Casa de Saúde, elas são encaminhadas para Natal. O hospital do Seridó é uma maternidade de baixo risco, ou seja, eles recebem as gestante de todo por serem porta de entrada para a solicitação, mas se for abaixo de 38 semanas, com intercorrências graves, ou de alto risco a equipe de saúde estabiliza e é encaminhada para a capital potiguar.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Mais Notícias

Skip to content